Discovering Chinese Socialism: A Personal Account — STALIN’S MOUSTACHE

Despite my best intentions, I had first come to China some eleven years ago with a pile of preconceptions and ways of understanding socialism. One by one they have been challenged, undermined and then crumbled. Since then, I have been rebuilding my understanding virtually from scratch. Some of these preconceptions were superficial, although I was […]…

Pour un socialisme du bien vivre – Rafael CORREA

3  Le Grand Soi 4 septembre 2017 Conférence faite en français à Marseille, par l’ancien président de l’Equateur Pour un socialisme du bien vivre Rafael CORREA Vendredi 25 août à Marseille, les AmFis d’été de la France insoumise accueillaient un invité exceptionnel en la personne de Rafael Correa, ex-président équatorien (2007-2017). Voici l’intégralité de la…

Macron – O Fim da Soberania e da Identidade da França – Thierry Meyssan

Prononçant un discours fondateur devant les plus hauts diplomates français, le président Macron a révélé sa conception du monde et la manière dont il entend utiliser les outils dont il dispose. Selon lui, il n’y a plus de souveraineté populaire, ni en France, ni en Europe, donc pas de démocraties nationales ou supra-nationale. Il n’y…

Como é belo o mundo livre! – por Bruno Guigue

   [*] Pródigo em boas palavras, o Ocidente pretende ser a personificação dos valores universais. Este modelo de democracia, este campeão de “direitos humanos” apela sempre às suas supostas virtudes em apoio das suas pretensões hegemónicas. É como se uma boa fada se atarefasse a fazer coincidir a sua moral com os seus interesses, revestindo…

A gente da cultura: Trump e Obama.

A intelligentsia norte-americana está em guerra aberta com Trump. Na Europa, alguns classificam essa intelligentsia, escritores, artistas das artes visuais, teatro e cinema, músicos, como de esquerda, sabendo bem de mais que a grande maioria são liberais com muito pouco de esquerda. Fazem bem em invectivarem Trump um reacionário proto-fascista, com tiques de caudilho […] via…

Apocalipse: RTP ou Apocalipse Estaline – António Santos

odiario.org Recentemente, explodiu nas televisões americanas um novo tipo de «documentário» a que chamam docufiction. Ficção apresentada como se abordasse uma realidade factual. É o caso da série da RTP dedicada a Stáline. Uma fraude documental com um objectivo ideológico preciso, no ano em que se celebra o centenário da Revolução de Outubro. A RTP,…

O derrube do muro de Berlim (09/Nov/89) por Daniel Vaz de Carvalho

A queda da RDA atingiu-me duramente, mas, tal como muitos outros companheiros de luta, não perdi a convicção de que o socialismo é a única alternativa para uma sociedade mais humana e mais justa. Desde a existência do capitalismo que os comunistas pertencem aos perseguidos neste mundo, mas não pertencem aos sem futuro. Hoje é…

O Liberalismo Semi-Fascista das Escolas Portuguesas

Basta esta comparação para nos pôr a pensar: – Os factos observam-se, explicam-se e experimentam-se (é o domínio e a actividade das ciências particulares); – as ideias compreendem-se, debatem-se e praticam-se (é o domínio e a actividade da Filosofia). Por conseguinte, a Filosofia e as ciências não se podem equiparar em termos didácticos. Galileu escrevia…

Anticomunista, obrigada! – Clara Ferreira Alves

Só há uma uma coisa de louvar neste texto: a frontalidade da declaração. O conteúdo, pelo contrário, é uma sequência de banalidades superficiais e e de factos descontextualizados da luta política por uma sociedade de justiça efectiva, real e não apenas formal, a que se pode e deve chamar socialismo, mesmo que nos nossos dias…

L’Euro-fédéralisme, ou le lit de Procuste Par Bruno Guigue le 07 juillet 2016

L’Euro-fédéralisme, ou le lit de Procuste * Après la stupeur provoquée par la fronde populacière du 23 juin, les dirigeants de l’UE s’emploient à faire comme si de rien n’était, l’essentiel étant de perpétuer l’ordre des choses tout en tentant de limiter les dommages collatéraux. Faisant de nécessité vertu, ils appliquent alors un raisonnement qui…

Os EUA São uma Democracia?

  António Santos: 16.Jan.16 Abraham Lincoln definiu a democracia como: «o governo do povo, pelo povo e para o povo». Mas uma análise séria do exercício do poder nos EUA indica que se trata de um governo «dos ricos, pelos ricos e para os ricos». E isso não se chama democracia, mas «plutocracia».    …