O Que Está Em Causa Nesta Guerra Mundial de Baixa Intensidade Relativa – Para Totós.

 
Está em curso uma espécie de guerra mundial ou global de baixa intensidade, embora com grande intensidade local. Porquê? Para além das questões regionais específicas, estamos perante uma luta de Titans pelo controlo mundial, ou melhor, para não enveredarmos por um discurso à Hollywood e ao Reagan da Guerra das Estrelas, uma luta dos Estados Unidos da América para não perderem o controlo do mundo e para não ficarem isolados no seu continente Norte-Americano, na tristeza solitária de serem corrompidos pouco a pouco pelo seu vizinho incómodo e há muito espoliado por eles de grande parte do seu território e do seu futuro.
 
À medida que a Rússia e a China se expandem economicamente e estreitam laços, as suas relações económicas com toda a Ásia e com a Europa vão competindo com as dos Estados Unidos e perigando o longo ascendente estratégico, nos planos comercial, financeiro, político e militar destes sobre grande parte do gigante território euro-asiático, incluíndo a Europa. O caos que Os Estados Unidos têm espalhado por grande parte da Ásia, da África e uma boa parte da Europa, consiste na sua tentativa desesperada de impedir a ascensão da Rússia e da China como grandes potências mundiais capazes de rivalizar económica e financeiramente com eles. 
O famigerado Tratado Transatlântico de Comércio Livre entre a UE e os EUA, aqui num registo mais pacífico, vem também no sentido de aumentar os laços entre ambos os potentados, talvez com maior benefício para estes últimos, e impedir que a Europa estreite mais os laços económicos, e, no futuro, até políticos, com a Rússia e com a China, que as Auto-estradas da Seda em curso de construção poderão intensificar. 
Neste conflito insano entre potências que todavia precisam umas das outras, os Estados Unidos da América utilizam a estratégia mais pérfida, maliciosa e mortífera.
Anúncios