"Os EUA financiam (A ONU apoia) a imigração maciça para a Europa» – Será Verdade e Estará Ligada a Mais Quem?

“Os EUA financiam a imigração maciça para a Europa»

Mas esta afirmação parece-me por enquanto misteriosa: por que o fariam os americanos? Para a UE bastaria eliminar os privilégios das nacionalidades, equalizando os direitos laborais e sociais e inscrevendo a migração como um direito humano universal, além de criar uma liga europeia de futebol, para fazer desaparecer o sentimento nacional e abrir caminho para os Estados Unidos da Europa. Mas a Alemanha, por exemplo, estaria interessada em dissolver-se na Europa? A imigração extra-europeia só iria, por seu lado, enfraquecer a UE e criar-lhe graves problemas. Os custos sociais e económicos do aumento do desemprego não seriam compensados pela diminuição do «custo»  do trabalho e pela apatia, ignorância e subserviência suposta dos trabalhadores imigrantes. Quanto aos EUA, ganhariam um domínio maior da Europa, em termos militares, económicos e políticos, enfraquecendo-a? Manter a Europa em posição de vassalagem, enfraquecendo a moeda euro e robustecendo o dólar, impedir, pela criação do caos e dos conflitos internos, tentações de fortalecimento das relações económicas na região da Eurásia, em especial com a Rússia e a China? Haverá também, por estranho que pareça, uma ligação com Israel, que se aliou tacticamente aos países sunitas (Arábia Saudita, Emiratos, entre outros) para destruir a Síria, aliada do Irão xiita, e com a qual tem um conflito resultante da ocupação israelita dos Montes Golan, grande reservatório de água, pertença da Síria. Será isto demasiado conspirativo? 
Por seu lado, um representante das ONU, Peter Sutherland, responsável para as migrações, segundo o qual as migrações massivas são necessárias para destruir o sentimento de identidade nacional, abrindo assim o caminho para os Estados Unidos da Europa e depois para um sistema mundial de orgãos supranacionais interligados, nomeadamente FMI, BCE, etc.. Como li, a ONU procura desenvolver um governo global e, ao que consta, isso está expresso no relatório de 1995 “Our Global Neighborhood”.
A única coisa certa é que esta tragédia migratória resulta directamente das intervenções militares dos EUA e da UE em países africanos e do Médio-Oriente.

 

por Pierre-Alain Depauw

 

A acusação já fora feita anteriormente por Vladimir Putin :   os Estados Unidos têm uma responsabilidade directa no actual fenómeno migratório para a Europa.

Desta vez, é um membro dos serviços de informações austríacos a afirmar à revista Direkt que organizações americanas pagam passadores para que transportem diariamente milhares de imigrados para a Europa!

Sem revelar a identidade deste agente, a revista Direkt ouviu um membro dos österreichischen Abwerhamts, os serviços de informações militares austríacos, o qual explica que os passadores pedem em média 7 a 14 mil euros para fazer com que imigrados viagem ilegalmente para a Europa.

O agente insiste num assunto tabu: o papel dos Estados Unidos cuja geoestratégia consistiria em inundar a Europa sob a maré migratória.

“Dispomos de indicações a demonstrarem que organizações dos Estados Unidos criaram um sistema de co-financiamento e contribuem de modo substancial para pagar os custos da viagem. A maior parte dos candidatos refugiados pagaria 11 mil euros em dinheiro sonante. Ninguém se pergunta de onde vem o dinheiro?”

Na conclusão da sua entrevista à revista Direkt o agente acrescenta que reina um silenciamento completo a este respeito, que se faz todo o possível para que a opinião pública nada saiba acerca do assunto. 

 

18/Agosto/2015


O original encontra-se em www.medias-presse.info/… 

Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .


22/Ago/15
Anúncios