Estados Unidos da América (USA) – Polícias do Mundo – e a Questão da Ucrânia

 
Se os EUA invadiram há uns anos, tornado-a num seu protectorado, a ilha independente de Granada (sabem onde fica este grande país?) por se sentirem ameaçados, se compraram e roubaram aos outros mais de metade do seu território, se foram e continuam a ir para o outro lado do mundo invadir países em defesa dos seus interesses, que legitimidade têm, mais o seu braço armado (OTAN), para condenarem as pretensões da Rússia a territórios que já foram dela e nos quais, junto à sua fronteira, os EUA e a OTAN pretendem instalar mísseis e bases militares com o propósito futuro de a agredirem? Esta é a questão. Tudo o resto são maneiras de desviar do essencial e confundir.
 
Anúncios