Líbia – Memória de Guerra

29 de Novembro de 2011
«Ex-rebeldes têm 7.000 prisioneiros – ONU
Perto de sete mil prisioneiros estão nas mãos dos rebeldes líbios, sem acesso a proteção judicial ou policial, havendo relatos de tortura, alertou na segunda-feira Ian Martin, o representante especial do secretário-geral da ONU para a Líbia.
“É indicativo da diferença de atitude em relação ao regime passado [de Muammar Kadhafi] que não há negação de que os direitos humanos são violados e na maioria dos casos é permitido o acesso de organizações internacionais aos campos de detenção”, disse Martin em ‘briefing’ na ONU.
Em relatório apresentado ao Conselho de Segurança, Martin sublinha que um “grande número” dos detidos são africanos da região sub-saariana, “nalguns casos acusados ou suspeitos” de serem mercenários.»
Anúncios